Archive for janeiro \21\UTC 2010

poeira de cobrir – folha dois – novo formato

21/01/2010

.


.

Anúncios

este desenho de bolso cabe na palma da mão – novo formato

19/01/2010


um poema recém nascido

06/01/2010

.

me deixa aqui,

oh mundo alvoroçado

quietar este medo de mim

escondido na pronúncia do nome

aquele secreto que nem eu sei dizer

.

no que confirma a identidade

está a face plana do que sou

mas quero bordar sobre a pele

todas as linhas da minha recusa

ao domínio do nome interruptor

.

eu me chamo exercício de viver

com toda a sorte dos destinos

e quando a calma se deitar

sobre o alvoroço do mundo

que ela leve para longe

.

a idéia pronta de um fim

pulmão

06/01/2010

 

escritos do caderno vermelho

03/01/2010

 

 

eu tridimensiono montes de linhas 

na conversão aérea das palavras

 

subo ao topo

piso meus pés sobre o feixe

me agarro entre os dedos

no empenho de tramar desejos

pequenos o bastante

para arrebentar novos desenhos

 

a prova disto é o rastro

este legível e frágil

que qualquer água

mais ou menos líquida

dissolve

ao nada pleno do silêncio