Archive for julho \31\UTC 2011

uma varanda para olhar o tempo

31/07/2011

 

Lareira (desenho do poema – última parte)

17/07/2011

 

 

 

 

 

Pavio Aceso

17/07/2011

– volta!

aqui é quente e inverno e quente e inverno
debaixo do cobertor com a janela aberta
travesseiros que cheiram travesseiros

um corpo nu um corpo nu um corpo nu
só e arredondado
andando as quinas da casa

cabeça vazia em respiração de si
expiração de mundos
silêncio de multidões

o guardo o gasto o guardo o gasto
economia de vida por preciosidade dada
eu dado você tabuleiro meu peão suas mãos

aonde?

em qualquer espaço que nos faça distâncias
de amanhã invertendo hoje
agora que já foi agora que já foi agora

as paredes sujas ecoando
minha voz palavra
de você na boca

ela diz – volta!

Desenho do poema Amor

14/07/2011

para Pablo

 

 

 

 

4 folhas do livro poema Imagino Veneza

13/07/2011