Pavio Aceso

– volta!

aqui é quente e inverno e quente e inverno
debaixo do cobertor com a janela aberta
travesseiros que cheiram travesseiros

um corpo nu um corpo nu um corpo nu
só e arredondado
andando as quinas da casa

cabeça vazia em respiração de si
expiração de mundos
silêncio de multidões

o guardo o gasto o guardo o gasto
economia de vida por preciosidade dada
eu dado você tabuleiro meu peão suas mãos

aonde?

em qualquer espaço que nos faça distâncias
de amanhã invertendo hoje
agora que já foi agora que já foi agora

as paredes sujas ecoando
minha voz palavra
de você na boca

ela diz – volta!

Anúncios

Uma resposta to “Pavio Aceso”

  1. JOÃO BOSCO LOBO FERREIRA LIMA Says:

    “Economia de vida por preciosidade dada”, por vezes a vida fica chata por buscarmos no outro uma resposta que justifique nossa própria vida ou que amortize a vida. Não sei disser outra coisa diante da dor, a não ser: deixe-a entra, mas não esqueça de abrir uma porta para que ela sai.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: